full screen background image

Listando | 5 animes que eu achei que não iria gostar, mas curti muito (Corrente Tsuzuku)

Fala galera, beleza? Aqui é o Vinícius!

Dessa vez estou aqui porque fui indicado pelo delicioso Caveira Vlogger para participar da Corrente Tsuzuku. Para quem não conhece, a Corrente Tsuzuku é uma corrente em que os membros da Rede Tsuzuku participam e comentam sobre algum assunto. Para saber mais sobre Corrente Tsuzuku, clique aqui.

Bom, o objetivo da Corrente Tsuzuku dessa vez é fazer com que a gente cite 5 animes que nós achamos que não iriamos gostar, mas acabamos gostando.

Bom, sem mais delongas, vamos lá!

5) Bakuman

CRBkauman

“O QUÊ??? O VINÍCIUS ACHOU QUE NÃO IRIA GOSTAR DE UMA OBRA DA JUMP DESENHADA PELO OBATA?”

É, por mais estranho que pareça, sim, eu achei que não iria gostar de Bakuman. Isso porque na época em que o anime de Bakuman estava lançando, eu não fazia ideia de que era um anime de um mangá da Jump (nessa época eu mal acompanhava a Shonen Jump) desenhado pelo mito Takeshi Obata (artista de Death Note).

Além disso, a única informação que eu tinha do anime era que a obra tinha colegiais apaixonados e uma musiquinha brega na abertura, o que na época não tinha chamado a minha atenção. Mas que bom que eu resolvi dar uma chance para Bakuman! Foi um dos animes que mais me viciou, a ponto de eu assistir 2 temporadas de 25 episódios em um dia. E no fim eu gostei tanto do anime que ele se tornou um dos meus favoritos.

Por mais que o romance do anime realmente não tivesse me agradado, o anime não era sobre o romance, era sobre mangakás na Shonen Jump. Assim o anime mostrou de uma maneira interessantíssima como é o processo de produção de mangás da maior revista de mangás do Japão. Tudo isso com diversos conflitos entre personagens carismáticos.

Então caso você se interesse na produção de mangás, assistam Bakuman, pois é uma ótima obra.

4) Shouwa Genroku Rakugo Shinjuu

CRRakugo

Um anime que:

  • Quase ninguém estava comentando na temporada em que ele foi lançado;
  • Tinha um poster que não chamava a minha atenção;
  • Era feito pelo estúdio Deen, que tinha feito diversos animes ruins;
  • Contava a história de um ex-prisioneiro que resolveu fazer rakugo (o que diabos é isso?);

É, Shouwa Genroku Rakugo Shinjuu tinha de tudo para ser algo que eu sequer cogitaria assistir numa temporada de animes em que eu estava lotado de coisas para assistir. Mas após uma recomendação resolvi assistir… E não é que o negócio era bom para cacete?

Rakugo Shinjuu conseguiu (com muito sucesso) ser um drama magnifico, que além de nos apresentar uma arte popular japonesa (o rakugo) cujo é bem desconhecida no ocidente, nos apresentou alguns dos personagens mais bem desenvolvidos nos animes nesse ano.

Caso vocês não tenham assistido Rakugo Shinjuu ainda, assistam, pois até o momento vem sendo o melhor anime de 2016.

3) AnoHana

anohana

AnoHana é amado por muitos, tem boas críticas, tem uma abertura maneira e tem um visual muito bacana. Então por que diabos eu achei que não iria gostar? POR PURO PRECONCEITO!

Praticamente todos que assistem AnoHana comentam o quão “choroso” o anime é. Com isso e algumas imagens promocionais do anime em mente eu tinha criado um roteiro na minha cabeça de como o anime era, assim passei a acreditar fielmente que o anime era o que eu tinha imaginado. E adivinhem só… OBVIAMENTE NÃO TINHA NADA A VER!

Sim, eu sei, isso é totalmente imbecil. Mas fazer o quê? Todos preconceitos são imbecis.

Quando a editora JBC lançou o mangá de AnoHana no Brasil eu resolvi dar uma chance para a obra. E após ler eu tinha gostado tanto que não aguentei esperar o próximo volume e fui consumir a obra original, o anime. No final, a obra me entregou algo leve e gostoso de se assistir que valeu ter assistido do início ao fim.

2) Re:Zero

CRReZero

Para quem me acompanha no Twitter ou no Facebook sabe que eu não me canso de falar de Re:Zero, mas o que poucos sabem é que eu estava com os dois pés atrás quanto a obra. Isso por causa de dois motivos:

  • Anime baseado em light novel onde o protagonista entra em um mundo alternativo;
  • Um garoto no meio de várias garotas bonitas em todas as imagens de divulgação;

E onde mais eu já vi isso? Em Sword Art Online (anime que eu acho horrível) e em diversos outros animes genéricos que eu não suporto.

Mas com o passar dos episódios de Re:Zero, a obra se mostrou ser totalmente diferente de qualquer anime genérico baseado em light novel, tendo diversos mistérios bem elaborados e uma construção e desconstrução excelente do protagonista da história.

Acho bem difícil alguém que acompanha animes não estar acompanhando Re:Zero atualmente, pois é o anime mais popular de 2016, mas caso você não esteja acompanhando o anime ainda, fica a minha recomendação.

1) Boruto: Naruto The Movie

CRBoruto

“O QUÊ? NÃO PODE SER! BORUTO? O VINÍCIUS TÁ FICANDO LOUCO! HAHAHA!”

Após o terrível arco da Quarta Guerra Ninja, o terrível filme The Last e o terrível spin-off Naruto Gaiden, minhas esperanças na franquia Naruto estavam no lixo. Então nada mais justo do que esperar que o próximo filme da franquia fosse tão terrível quanto as últimas coisas lançadas relacionadas com Naruto, não é mesmo?

Pois é, mas eu queimei minha língua para caramba. Ainda bem.

Boruto foi um filme muito divertido e interessante, principalmente para quem estava com saudades do “verdadeiro” Naruto. O filme conta com ideias muito interessantes que são novidades para a franquia, como o fato do personagem Naruto, por mais seja o ninja mais importante de Konoha, ainda não sabe como é ser um pai por não ter tido seu pai na infância.

Além de idéias (e execuções) muito interessantes, o filme conta com diversas cenas que nos rementem a série clássica de Naruto, então para quem viveu praticamente a vida toda acompanhando essa franquia, como eu, é quase impossível não ter aquela nostalgia gostosa.

Claro, o filme tem diversos problemas, como os vilões que são totalmente mal construídos e a falta de criatividade no design dos personagens da nova geração de ninjas, mas ainda sim foi um filme muito divertido, gostoso e interessante de se assistir.

WHO IS THE NEXT?

É isso, espero que tenham gostado da minha lista, caso tenham gostado deixem aquele jóinha e se inscre… Opa, isso não é o YouTube!

Bom, pessoal, agora eu tenho que indicar alguém da Rede Tsuzuku para ser o próximo a participar da corrente e fazer a sua lista. E após pensar muito na minha decisão (na verdade só tem ele para eu escolher) o próximo a participar da Corrente Tsuzuku é…

LINKI, O MAGO SUPREMO!

Então, o Linki deve estar postando a sua participação na Corrente Tsuzuku durante as próximas semanas no blog dele, o Waifulogia, então acessem lá e fiquem de olho para ver a lista dele.

É isso, pessoal, falou, tchau!



Vinícius Moura

Vinícius Moura (ou Fausto para os mais íntimos) é fã de cultura pop em geral e criador do One 4 All. Ele tem grandes planos para o futuro, uma pena que ele é preguiçoso e não gosta de pôr em prática.